História

A Cooperativa de Ensino e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Pombal surgiu em 1979, com o intuito de poder proporcionar uma resposta às necessidades de um pequeno grupo de crianças com deficiência. Com um alvará de funcionamento concedido pelo Ministério da Educação iniciou e manteve-se durante alguns anos apenas com uma resposta – Unidade Educativa.

À medida que estas crianças foram crescendo, tornou-se necessária a ampliação das instalações, bem como dos respetivos modelos de atendimento. Neste sentido, foram construídas e equipadas as oficinas de Pré-profissionalização, promovendo e desenvolvendo as áreas de carpintaria, tapeçaria/tecelagem, tricô/croché, cestaria e costura, com a colaboração financeira e técnica do Instituto de Emprego e Formação Profissional (I.E.F.P), as quais entraram em funcionamento no ano de 1987.
 
Em 1990, com apoio técnico e financeiro do I.E.F.P, foi possível criar uma estrutura de Formação Profissional vocacionada para jovens e adultos com deficiência moderada e ligeira, transitando diretamente para esta algumas das áreas da pré-profissionalização – carpintaria e costura –, assim como os respetivos monitores. As restantes áreas existentes – tapeçaria/tecelagem, tricot/crochet e cestaria – não tiveram continuidade na Formação Profissional por serem fundamentalmente artesanais, não se perspetivando, desta forma, a colocação dos formandos em empresas.  Foram ainda criadas novas áreas, de Serralharia, de Oleiro Enchedor e de Serviços Domésticos. Em 1998, foi criada a área de Auxiliar de Serviços Administrativos, destinada a pessoas com mobilidade condicionada, ex. deficiência motora. A partir de 2006, terminámos com a área formativa de Oleiro Enchedor, por sugestão do IEFP, dado o mercado de trabalho na área de cerâmica ter  sofrido um revés, com o encerramento de várias empresas em Pombal (Azupal, Zifal, Bricolarte, Azulefa, etc.).

Ainda em 1990, paralelamente à Formação Profissional, foi criada outra resposta com apoio técnico e financeiro da Segurança Social: o Centro de Atividades Ocupacionais – CAO – destinada a jovens e adultos com graus de deficiência grave e/ou profunda, para os quais, por esta razão, não existiam perspetivas de integração laboral.
 
Contudo, tendo em conta o alargamento do nível etário de atendimento da Instituição, começou a sentir-se que, para as crianças dos 0 aos 6 anos de idade, não existia nenhuma resposta específica no Concelho de Pombal. Desta forma, num programa de parceria com o Serviço Sub-Regional de Leiria (CRSS do Centro), Câmara Municipal de Pombal, Hospital Distrital de Pombal e Equipa de Ensino Especial de Pombal, em que a CERCIPOM era a entidade promotora, iniciou-se em maio de 1997 um programa de Intervenção Precoce designado Aprendendo a Crescer, integrado no Programa de Intervenção Precoce Ser Criança, o qual terminou no ano 2000. Apesar do Programa “Ser Criança” ter terminado, a Cercipom (em parceria com outros serviços locais), tem continuado a desenvolver a Intervenção Precoce como entidade promotora, enquadrado na Portaria n.º 1102/97.

Para além de procurar adequar e enriquecer, cada vez mais, as respostas à população com deficiência atendida nas diferentes estruturas da CERCIPOM, e de forma a constituir alternativa às situações familiares mais disfuncionais, foi criada, em setembro de 2004, uma quarta resposta – Lar Residencial. Esta funcionava num apartamento (1º andar) arrendado com um protocolo para seis residentes. A construção do Lar conclui-se em finais de 2006. Esta estrutura surgiu no intuito de dar resposta às necessidades da população com deficiência e, simultaneamente, com problemas ao nível da estrutura familiar de suporte (envelhecimento/falecimento dos pais) perante a inexistência de equipamentos adequados à população com deficiência em idade adulta. No espaço contíguo ao Lar, construímos uma Piscina, para possibilitar a hidroterapia ao nosso público-alvo, abrindo também esse recurso à comunidade.
 

Situação Actual

A Cooperativa de Ensino e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Pombal – CERCIPOM, é uma Cooperativa de Solidariedade Social. A única Instituição existente no concelho de Pombal vocacionada para atender, aos diferentes níveis, pessoas com deficiência intelectual (ainda que em larga fatia a população da CERCIPOM se caracterize por multideficiência) através das seguintes estruturas: Resposta Educativa (refira-se que esta resposta terminou em julho de 2010, já que em setembro de 2010 só iríamos ter três alunos na resposta educativa, o que não justificava a manutenção dum quadro de pessoal e recursos afetos – antecipámos o fim das Escolas de Ensino Especial, previsto na legislação para 2013), Centro de Formação Profissional, Centro de Atividades Ocupacionais, Lar Residencial e Piscina.
Para além destas respostas, desenvolvemos em parceria com os serviços locais, duas intervenções, nomeadamente:

  • CRI (Centro de Recursos para a Inclusão), que se destina a alunos com necessidades educativas especiais a frequentar as escolas de Ensino Regular;
  • Intervenção Precoce, enquadrado no SNIPI (Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância), que se destina crianças dos 0 aos 6 anos, com alterações nas funções ou estruturas do corpo que limitam a participação nas atividades típicas para a respetiva idade e contexto social ou com risco grave de atraso de desenvolvimento, bem como as suas famílias.

É ainda de referir que todas as respostas contam com os Serviços Administrativos e de Apoio da Cercipom (Secretaria, Transportes, Limpeza e Cozinha), sem os quais não seria possível o seu funcionamento. 

Instalações

A CERCIPOM encontra-se dividida, fisicamente, em três edifícios na cidade de Pombal e um na Vila da Guia.

Na cidade de Pombal encontramos o edifício sede, situado na Rua Cartilha Maternal João de Deus, onde funciona o Centro de Atividades Ocupacionais(CAO) e, ainda, os Serviços de Secretaria; na Rua da Fábrica Velha situa-se o Centro de Formação Profissional e, finalmente, na Rua Memorial do Convento, Urbanização Sra. Belém, Caseirinhos, estão situados o Lar Residencial e a Piscina.
Na vila da Guia encontramos o edifício CAO e Lar Residencial, situado na Rua dos Lusíadas.

Primeiros Passos

O Reinaldo Ribeiro, o Sérgio Costa, a Clara Carrasqueira, o João António, o José Jerónimo,  o Daniel, o João Gameiro, a Cidália, Anabela Neves,  Nelito (António Cordeiro), o Paulo Nunes, entre outros …

Eram crianças, com idade para frequentar a escola, mas que devido a algumas especificidades, não tinham entrada nas escolas existentes, o que indignava duplamente os seus pais. Por um lado, porque limitava os pais ao exercício duma atividade profissional (pois tinham que ficar com os filhos em casa), e acima de tudo, porque constatavam existir uma segregação relativamente às crianças da mesma faixa etária.

Perante a não resposta de enquadramento destas crianças nas escolas de ensino regular, alguns pais das referidas crianças, juntamente com outras pessoas às quais se associaram, decidiram encontrar uma alternativa para estas crianças, que levou à criação formal da Cercipom (agosto de 1979), tendo iniciado o seu funcionamento em 17 de dezembro de 1979 em espaço alugado (Urbanização de Stª Luzia), até à construção de instalações próprias, na R. dos Caseirinhos (atual R. Cartilha Maternal João de Deus).
 
Assim, se constitui uma Comissão Instaladora, constituída por: Manuel  Jesus Ferreira Escalhorda, Mª da Silva Carrasqueira, Manuel Pereira Nunes, José Jerónimo Ferreira, Carlos da Silva Ribeiro, Alfredo João da Costa Cruz e Mª Júlia Dias Nunes.

Foi necessário empreender este projeto com muita dinâmica, para conseguirem, a criação formal da Cooperativa, de espaço para o seu funcionamento e de concretização das necessidades inerentes, nomeadamente a aquisição de transporte, pois no início, eram os pais que traziam os filhos para a Instituição, utilizando os escassos transportes públicos ou outros.

Cronologia

1970:

  • 23/08/79 – Escritura da CERCIPOM no Cartório Notarial de Ansião n.º 152 – A, folhas 110º a 116º.
  • 17/10/79 – Estatutos da Constituição de uma sociedade cooperativa de responsabilidade limitada, no Diário da Republica, III série, n.º 240 de 17/10/79.
  • 17/12/79 – Inicio do funcionamento da CERCI, com o apoio do Ministério da Educação (Escola de Ensino Especial).

1980:

  • 22/04/81 – Considerada Pessoa Coletiva da Utilidade Pública, de acordo com o artigo 4º do Decreto Lei n.º 519/62/79.
  • 29/09/81 – Registada como Instituição Privada de Solidariedade Social na Direcção Geral de Segurança Social. É uma IPSS, nos termos do art. 94 n.º 1 do Estatuto aprovado pelo Decreto Lei n.º 119/83 de 25 de fevereiro.
  • 25/05/85 – Alteração dos Estatutos em Diário da república III série, n.º 120 de 25/05/85.
  • 02/11/87 – Início de funcionamento da Pré – Profissionalização com o apoio técnico e financeiro do I.E.F.P. - Instituto de Emprego e Formação Profissional.
  • 26/10/88 – Autorização definitiva n.º 185, concedida pelo Ministério da Educação.

1990:

  • 01/06/90 – Implementação das Ações  de Formação Profissional para pessoas com deficiência, cofinanciadas pelo I.E.F.P. e pela Comunidade Europeia.
  • 07/06/90 – Ação de Sensibilização a Empresários Locais, dinamizada pela projeto Pró-Oeste (inserida nas comemorações do 10.º Aniversário da Cercipom).
  • 02/11/90 – Funcionamento do Centro de Actividades Ocupacionais através de Acordo Atípico com o Centro Regional de Segurança Social de Leiria.
  • 13/01/95 – Ação de Sensibilização a Empresários Locais, e reconhecimento público da sua adesão aos programas de formação e emprego promovidos pela Cercipom, dinamizada pelo Dr. Jerónimo de Sousa, presidente da Formem (Federação dos Centros de Formação Profissional e Emprego de Pessoas com Deficiência). Procedeu-se ainda à  atribuição de medalhas de mérito aos empresários e certificados a formandos finalistas.
  • 10/11/95 – Visita à Cercipom, do Prof. António Cavaco Silva (na qualidade de candidato à Presidência da República).
  • 01/02/97 – Implementação do Projeto de Intervenção Precoce, “Aprendendo a Crescer”, com duração de três anos, integrado no Programa “Ser Criança”, com o apoio da Direcção Geral da Acção Social.
  • 07/11/97 – Atribuição da Medalha de Mérito em prata pela Câmara Municipal de Pombal.
  • 17/02/98 – Acreditação como Entidade Formadora pelo INOFOR – Instituto para a Inovação na Formação), pelo prazo de 2 anos – nos termos do n.º 6 do Art.º 8.º da Portaria 782/97 de 29 de agosto.
  • 12/05/98 – Sensibilização e reconhecimento público de empresários com atribuição de medalhas de mérito às empresas e certificados a formandos, presidida pela gestora do Intervenção Operacional Integrar. Dra Cristina Louro.
  • 31/01/99 – Inauguração do edifício do Centro de Actividades Ocupacionais.

2000:

  • 06/04/2000 – Renovação da Acreditação como Entidade Formadora pelo INOFOR pelo prazo de 2 anos nos termos dos n.º 5 e 6 do Art. 10.º e 1 e 2 do Art. 11.º da Portaria n.º 782/97.
  • 02/05/2000 – Publicação da alteração dos estatutos e do nome CERCIPOM - Cooperativa de Ensino e Reabilitação de Crianças Inadaptadas, para CERCIPOM – Cooperativa de Ensino e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Pombal.
  • 18/05/2000 – Credencial do INSCOOP, que certifica que a Cercipom está integrada no ramo da solidariedade e do sector cooperativo; consigna estatutáriamente os seus fins de solidariedade social e se encontra apta a beneficiar de apoio técnico e financeiro de acordo com as atividades desenvolvidas.
  • 05/09/2000 – Reconhecimento como Cooperativa de Solidariedade Social / Equiparada a Instituição de Solidariedade Social ( Despacho n.º 13799/99 – 2ª série de 23/06 – Ministério do Trabalho e da Solidariedade).
  • 21/11/2000 – Inclusão na Rede Regional para o Emprego do Pinhal Litoral.
  • 17/05/2001 – Adesão à CPCJ (Comissão de Protecção das Crianças e Jovens).
  • 23/06/2001 – Sensibilização e reconhecimento público de empresários com atribuição de medalhas de mérito às empresas e certificados a formandos, presidida pelo Secretário de Estado da Solidariedade e Segurança Social, Dr. Simões de Abreu.
  • 08/08/2001 – Credenciada como Centro de Recursos Local, pela Comissão Executiva do I.E.F.P.
  • 11/10/2001 – Constituição de parceria (com Fenacerci, Cercimira e Cercidiana) para apresentação da candidatura ao Programa FACE (Formação de Agentes Facilitadores de Empregabilidade  “Novas Oportunidades”.
  • 02/2002 – Criação do espaço et-net, decorrente da candidatura ao POSI (Programa Operacional para a Sociedade da Informação).
  • 04/03/2002 – Renovação da Acreditação como Entidade Formadora pelo INOFOR pelo prazo de 3 anos.
  • 24/01/2003 – Inserção na Comissão Distrital do “Ano Europeu das Pessoas com Deficiência”.
  • 26/4/2003 – Assinatura do Protocolo para criação do G.A.P.D. (Gabinete de Atendimento à Pessoa com Deficiência de Pombal).    
  • 26/06/2003 – Adesão à Rede Social.
  • 24/01/2004 – Sensibilização e reconhecimento público de empresários com atribuição de medalhas de mérito às empresas e certificados a formandos, presidida pelo Ministro da Segurança Social e do Trabalho, Dr. António Bagão Félix.
  • 20/09/2004 – Início de atividade da Unidade Residencial, Protocolo com o Serviço Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Leiria (para 6 utentes).
  • 16/11/2004 – Lançamento da 1ª pedra para a construção do Lar Residencial, inserida nas comemorações do 25.º Aniversário da Cercipom.
  • 10/03/2005 – Renovação da Acreditação como Entidade Formadora pelo IQF (Instituto para a Qualidade na Formação, IP) pelo prazo de 3 anos.
  • 10/04/2006 – A organização do Rock in Rio-Lisboa 2006, em parceria com a SIC Esperança e a BP, inauguração da primeira Sala de Reabilitação pelos Sentidos destinada ao Projeto Snoezelen da FENACERCI.
  • 11/11/2006 – Inauguração do Lar Residencial da Cercipom (edifício novo), com a presença da Secretária Adjunta e da Reabilitação, Drª Idália Moniz. 
  • 24/11/2007 – Sensibilização e reconhecimento público de empresários com atribuição de medalhas de mérito às empresas e certificados a formandos, presidida pela Secretária Adjunta e da Reabilitação, Drª Idália Moniz. 
  • 12/05/2008 – Renovação da Acreditação como Entidade Formadora pela DGERT (Direcção Geral do Emprego e das Relações de Trabalho) pelo prazo de três anos.
  • 07/2008 – Assinatura de Protocolos no âmbito do PIAPEE-TVA (Projeto de Intervenção de Apoio Pré-Escolar e Escolar e Transição para a Vida Adulta/Ativa).
  • 03/12/2008 – Assinatura de Protocolo, com Presidente do Conselho Directivo do IEFP, Dr. Francisco Mandelino, no âmbito do Centro de Recursos Local.
  • 21/02/2009 – Assinatura de Contrato para criação de postos de trabalho, com o Primeiro Ministro José Sócrates, integrado na Iniciativa “Emprego 2009”, em Aveiro.
  • 03/2009 – QUALIDADE: No âmbito do processo de Certificação (Programa Arquimedes) e Qualificação das entidades do  3.º Sector da Economia Social (Projeto Q3), a CERCIPOM encontra-se a desenvolver uma série de iniciativas que vislumbra a melhoria da qualidade dos serviços que prestamos diariamente a cerca de 150 pessoas com (multi)deficiência e incapacidades; sendo as atividades que consubstanciam as referidas iniciativas, o “caminho” encontrado para comemoração do 30.º aniversário da Instituição.
  • 09/2009 – Aprovação da Candidatura no âmbito da Medida 6.12 do POPH, para a construção dum Centro de Actividades Ocupacionais e Lar Residencial na Guia.

2010:

  • 15/02/2010 – Alteração do logótipo da Cercipom, na sequência de alteração de imagem, e adoção de procedimentos de melhoria decorrentes da implementação da Qualidade.
  • 08/2010 – Encerramento da Resposta Educativa, na sequência dos princípios de inclusão decorrentes da Declaração de Salamanca, entre outros.
  • 1/10/2010 – Início do SNIPI (Serviço Nacional de Intervenção Precoce na Infância) de acordo com Acordo de Cooperação Típico, assinado pelo Centro Distrital de Leiria, do ISS, IP, em 10/12/2010.
  • 12/2010 – Criação da página web da Cercipom, fruto da cooperação com ETAP (escola tecnológica e artística de Pombal.
  • 14/04/2011 – Atribuída a Certificação de Qualidade, EQUASS (European Quality Assurance for Social Services).
  • 30/06/2011 – Atribuição do título honorífico de Confrade de Mérito, pela Confraria do Bodo de Pombal.
  • 05/09/2011 – Assinatura do auto consignação do Projeto “CERCIPOM: Desenvolver, envolvendo”.
  • 10/09/2011 – Lançamento da 1ª pedra, presidido pelo Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Dr. Marco António Costa. 
  • 2012 - Certificado LAC (Loja amiga do Cliente), pelo IPRC (Instituto Português de Relações com o Cliente)
  • 14/12/2012 - Certificação de Entidade Formadora, pela DGERT (Direção Geral do Emprego e das Relações de Trabalho)/DSQA(Direção de serviços de qualidade e acreditação)
  • 28/12/2012 – Concessão pelo Ministro da Solidariedade Dr. Pedro Mota Soares, de um subsídio (45867,00€), para realização de obras de requalificação edifício sede).
  • 26/1/13- Aderiu ao Facebook, com o propósito de divulgação e disseminação da sua atividade.
  • 27/03/2013 - Auditoria Internacional Equass
  • 06/05/2013 - Renovação da Auditoria Equass Assurance (06 Maio 2013 06 Maio 2015).
  • 06/06/2013 – Reconhecimento Stairway to Excellence
  • 14/06/2013 – Acreditação como Centro de Recursos para a Inclusão (CRI)
  • 06/12/13 - Protocolo com o Serviço Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Leiria, para início de funcionamento de Cao e Lar na Guia;(a homologação dos acordos foi feita pelo Sr: Ministro da Solidariedade Pedro Mota Soares em Coimbra.)
  • 06/12/13 – Inauguração do Cao e Lar Residencial da Guia, pelo Senhor Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Dr. Agostinho Branquinho.
  • 03/12/13 – Menção honrosa do BPI Capacitar, do projeto “Pontes de Comunicação”, no valor de €28.970 (Sala de informática).
  • 20/12/13 - Protocolos com o Serviço Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Leiria, para alargamento e restruturação do Cao de Pombal (Cao1, Cao2, Cao 3, Cao4).
  • 26/12/13 - Início de funcionamento de Cao e Lar na Guia;
  • 26/09/14- Registo como ONGPD (organização não governamental das pessoas com deficiência de âmbito local), de Âmbito Local pelo INR.
  • 05/05/15 – Implementação do Livro do Elogio na Cercipom.

CERCIPOM Início das diferentes intervenções/respostas

  • 17/12/1979 – Inicio do funcionamento da CERCI, com o apoio do Ministério da Educação (Escola de Ensino Especial).
  • 02/11/1987 – Início de funcionamento da Pré – Profissionalização com o apoio técnico e financeiro do I.E.F.P. - Instituto de Emprego e Formação Profissional.
  • 01/06/1990 – Implementação das Ações de Formação Profissional para pessoas com deficiência, cofinanciadas pelo I.E.F.P. e pela Comunidade Europeia.
  • 02/11/1990 – Funcionamento do Centro de Actividades Ocupacionais através de Acordo Atípico com o Centro Regional de Segurança Social de Leiria.
  • 01/02/1997 – Implementação do Projeto de Intervenção Precoce, “Aprendendo a Crescer”, com duração de três anos, integrado no Programa “Ser Criança”, com o apoio da Direcção Geral da Acção Social.
  • 20/09/2004 – Início de atividade da Unidade Residencial, - Protocolo com o Serviço Distrital de Solidariedade e Segurança Social de Leiria (para 6 utentes).
  • 07/2008 – Assinatura de Protocolos no âmbito do PIAPEE-TVA (Projeto de Intervenção de Apoio Pré-Escolar e Escolar e Transição para a Vida Adulta/Ativa).
  • 1/10/2010 – Início do SNIPI (Serviço Nacional de Intervenção Precoce na Infância) de acordo com Acordo de Cooperação Típico, assinado pelo Centro Distrital de Leiria, do ISS, IP, em 10/12/2010.
  • 14/06/13 – Acreditação como Centro de Recursos para a Inclusão (CRI).
  • 26/12/13 - Início de funcionamento de Cao e Lar na Guia (de acordo com Acordo de Cooperação, assinado pelo Centro Distrital de Leiria, do ISS, IP.