CAO - Centro de Atividades Ocupacionais

OBJETIVOS:

  • Promover níveis de qualidade de vida nas suas várias dimensões (relações interpessoais; autodeterminação; bem-estar emocional, físico e material; empregabilidade/ocupacional; cidadania e direitos), traduzidos nos planos individuais de cada cliente da resposta;
  • Fomentar o recovery das pessoas com deficiência(s) e/ou incapacidade(s), ou seja, fazer com que encontrem na resposta CAO um sentido para a vida, uma “razão para acordarem de manhã” (objetivo de vida), apesar dos “sintomas” da deficiência(s) e/ou incapacidade(s), através do empowerment das próprias pessoas e /ou significativos;
  • Promover estratégias de reforço da auto estima, da valorização e de autonomia pessoal e social, assegurando as condições de estabilidades necessárias para o reforço da sua capacidade e autonomia, o que se coaduna com a missão da CERCIPOM;
  • Fomentar oportunidades de acesso à formação profissional e emprego de pessoas integradas em resposta social CAO, mas principalmente apoiar a integração social através de atividades socialmente úteis – A.S.U., no interior e exterior da Instituição e em empresas do sector público e privado, ao abrigo da Portaria n.º432/2006 de 3 de maio;
  • Dar ênfase à articulação com a família/significativos dos clientes e comunidade em geral, privilegiando uma perspetiva sistémica, otimizando os níveis de participação das pessoas com deficiência(s) e/ou incapacidade(s);
  • “Ser” agente facilitador de uma sociedade inclusiva, promovendo a participação em atividades e contextos sociais diversificados.


PÚBLICO-ALVO:

Pessoas com idade igual ou superior a 16 anos, com deficiências e/ou incapacidades.


ATIVIDADES:

Os objetivos supra consubstanciam-se nos serviços/áreas de intervenção/atividades prestado(a)s pela/na resposta social. São estes:
 
Atividades estritamente ocupacionais:     

  • Artes Plásticas;
  • Bar (com serviço de delivery nas salas);
  • Bordados;
  • Cabeleireiro & Estética;
  • Confeção de doces e salgados;
  • Seleção de tampas para reciclagem em empresa no exterior;
  • Tapeçaria;
  • Trabalhos Manuais.

Atividades socialmente úteis:

Portaria n.º 432/2006 de 3 de maio. Áreas:

  • Apoio a pessoas com deficiência;
  • Carpintaria;
  • Costura;
  • Limpeza;
  • Restauração;
  • Outros.

Atividades de desenvolvimento pessoal e social:

  • Grupo de auto representação (reuniões e encontros interinstitucionais);
  • Higiene pessoal;
  • Dinâmica de grupo “sentimentos” (na sala Snoezelen);
  • Dinâmica de grupo “Cuidar do corpo”;
  • Rancho e marchas populares;
  • Sistema integrado de compensações;
  • Serviço social;
  • Terapêutica ocupacional/atividades da vida diária.

Atividades lúdico-terapêuticas:

  • Estimulação sensorial em contexto de sala;
  • Expressão dramática;
  • Atividade motora adaptada;
  • Encontros desportivos;
  • Snoezelen (estimulação sensorial e/ou relaxamento);
  • Fisioterapia;
  • Hidroterapia;
  • Hidroginástica;
  • Psicologia;
  • Terapia Ocupacional;
  • Educação especial e reabilitação/Psicomotricidade;
  • Hipoterapia.

Refeições:

  • Refeições “normais” e “passada” (adaptada a grandes dependentes);
  • Dietas com prescrição médica/nutricionista.

Administração terapêutica:

  • Administração terapêutica com prescrição médica e acompanhamento a consultas e/ou tratamentos sempre que se justifique.

Transportes


EQUIPA:

  • Directora Técnica/Técnica de Serviço Social
  • Fisioterapeuta
  • Monitoras de CAO
  • Psicóloga
  • Técnica de Serviço Social
  • Técnica Superior de Reabilitação
  • Terapeuta Ocupacional